© 2017 - Todos os direitos reservados - Visite São Carlos                                       Todas as imagens são de propriedade de Maurício Motta

Use Taxi
Hotéis
Ônibus/Rodoviária
Hospital
Restaurantes
Parques e Praças
Comércio
noite D+
Museus

Sobre São Carlos

As raízes de São Carlos estão preservadas há poucos quilômetros do centro da cidade. Mas verdade seja dita: não é aquela raiz velha e morta de 157 anos. Mas uma vigorosa estirpe que nos faz viajar pelos tempos do café. Tempos em que os trabalhadores das terras da Sesmaria do Pinhal (hoje Fazenda do Pinhal), eram italianos fugidos da guerra (a maioria), que se misturavam a outros imigrantes, também vindo da Europa.

Da fazenda para a Vila de São Carlos do Pinhal (referência ao alto número de araucárias que existiam por aqui), que cresceu com a chegada da ferrovia. O município foi privilegiado e em 1908 presenteado com uma Estação de trem, que aqui faziam suas paradas para descarregar materiais para a construção de importantes casarões. Mas antes disso, o Palacete Conde do Pinhal, datado de 1893, servia de referência para as outras construções.

São Carlos cresceu. Se destacou no período industrial com uma das maiores empregadoras do interior paulista, a Fábrica de Tecidos Madalena. Depois com as Indústrias Giometti, as Indústrias Pereira Lopes (mais tarde Climax e hoje Eletrolux) e a Companhia Brasileira de Tratores (CBT).

Tal crescimento fez com que a cidade se tornasse também referencia educacional. Em 1916 foi inaugurado o Instituto de Educação Dr. Álvaro Guião. Mais tarde a Escola de Engenharia, que viria se incorporada pela USP, e a Universidade Federal. As universidades passaram a produzir conhecimento e deixar aqui os seus pesquisadores. Hoje a cidade é reconhecida pelo governo federal como a Capital Nacional da Tecnologia com destaque para o número de pesquisadores doutores: 1 para cada 180 habitantes.

Mas São Carlos não é só Ciência, tão pouco tecnologia. Quem passa pelas ruas e estradas do município, muitas vezes não reparam em tesouros valiosos, que estão aqui e ali, pontos para serem visitados. Mas se você não sabe por onde começar, nos vamos te ajudar.

 

​Reforçando o caráter de pólo de desenvolvimento científico e tecnológico, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) mantém dois centros de atividades instalados na cidade: o Centro de Pesquisa de Pecuária do Sudeste e o Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Instrumentação Agropecuária, produzindo tecnologia de ponta nas áreas de melhoramento genético bovino e de desenvolvimento de equipamentos agropecuários.

 

Instituída em 1984, a Fundação ParqTec é outro ponto de destaque neste cenário tecnológico. Trata-se de uma organização não-governamental sem fins lucrativos, que tem o objetivo de gerenciar e promover o desenvolvimento do Pólo Tecnológico de São Carlos, a partir da transferência de tecnologia das universidades e centros de pesquisas para as empresas.

​Diante da concentração de universidades e centros de pesquisas, São Carlos apresenta grande concentração de cientistas e pesquisadores: um pesquisador doutor (PhD) para cada 180 habitantes. No Brasil a relação é de um doutor para cada 5.423 habitantes. Graças aos centros de pesquisas São Carlos também ostenta outra importante marca: a média anual de registros de patente é de 14,5 patentes por 100 mil habitantes. No país essa relação é de 3,2 patentes por 100 mil habitantes. A cidade abriga ainda 39 cursos de graduação e 200 empresas são consideradas de alta tecnologia, em setores como ótica, novos materiais e instrumentação.

Já a atividade industrial é marcada pela presença de grandes indústrias: Volkswagen (motores), Tecumseh (compressores), Faber Castell (lápis), Electrolux (geladeiras e fogões), além de empresas têxteis, de embalagens, de máquinas, tintas, lavadoras, equipamentos ópticos e uma grande quantidade de indústrias médias e pequenas dos mais diversos setores de produção.

​O comércio atende às necessidades da cidade e da região, oferecendo produtos e serviços de qualidade. E o setor agropecuário é importante na produção de leite, cana, laranja, frango, carne bovina e milho. São Carlos também é servida por excelentes estradas, que permitem o deslocamento com segurança e rapidez a São Paulo (cerca de 228 Km) e às principais cidades do Estado.

Eventos importantes marcam o calendário da cidade, atraindo visitantes e movimentando a economia local. Entre eles está a Festa do Clima, realizada anualmente no mês de abril há mais de 30 anos, conta com uma tradicional Exposição de Orquídeas, shows, artesanatos e barracas de comidas diversas.

A
capital da
tecnologia

O vigor acadêmico, tecnológico e industrial conferiu à cidade o título de Capital da Tecnologia. Suas universidades e centros de pesquisa são reconhecidos pela excelência e diversidade. A Universidade de São Paulo (USP), com dois campi na cidade, e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) oferecem ensino gratuito e de qualidade e já incorporaram à história de São Carlos suas contribuições à ciência e à capacitação profissional de milhares de alunos.

Visite nossas fazendas! Elas tem muita história pra contar.  Clique aqui